terça-feira, 7 de setembro de 2010

Just gonna stand there, and watch me burn ;


Eu daria a minha vida se isso fosse mudar algo. Eu sei que só pioraria as coisas, e por isso ainda não fiz isso. Eu não sofreria tanto se o fizesse, mas isso seria uma atitude egoísta, porque justamente as pessoas que eu mais amo na minha vida e quero proteger iriam sofrer com isso. Mas o que fazer quando nada parece adiantar, são promessas, promessas, um milhão de promessas feitas e quebradas na mesma hora. Você tenta aceitar, sabe que é algo incontrolável, mas quando você vê aquilo, você sente uma raiva incontrolável. Uma vontade de acabar com isso, de qualquer maneira. Aí, você se sente impotente mais uma vez, você não pode fazer nada. Você só pode continuar lá, queimando, chorando, e a única pessoa que pode te salvar, não te salva. Você tenta acreditar que dias melhores virão, mas os olhos estão doendo demais pra chorar de novo, o coração está doendo demais pra sentir isso de novo. Você se sente em pedaços quando vê tudo isso se repetindo, você tenta agir normalmente, mas que droga, você está chorando de novo. Os olhos permanecem vermelhos, e você, cada vez mais deseja nunca ter nascido. Você sabe que não é você, você sabe que não pode fazer nada, mesmo assim você luta, mesmo que queira desistir, você não pode ser egoísta assim. Mas o que você vai fazer ? não tem nada que possa mudar tudo o que está acontecendo. Você não se conforma, você tenta pensar em uma solução, mas você só pode chorar, só isso. A vida continua, você não pode parar,e tudo que era comum se torna um desafio. Como você queria parar e pensar, mas não pode, você não pode parar, se entregar, você vai lutar até o final. O sofrimento corre nas suas veias, suas mãos doem, seu corpo dói, você se sente contaminada pelo ódio, e pela dor. Essa dor não passa, e começa a te corroer, você nota que já não é mais a mesma, você se sente gelada por fora, congelada por dentro, andando sem direção, sem amparo, sem motivos pra voltar, mas você não consegue abandonar. Você não pode, você não deve, você não vai abandonar isso. Agora cada palavra grosseira, te acrescenta 200 quilos de peso na consciência. Aqui estamos de novo, não vai passar tão cedo, mas você não aguenta mais, você tenta segurar a barra, algo te impede, os joelhos cedem, as lágrimas caem, e você tem que esconder tudo isso, você tem que parecer forte, você não pode enfraquecer quem precisa permanecer forte, já estão todos cheios de problemas, eles não podem ouvir os seus problemas. Porque isso dói tanto, você tenta entender mais uma vez , mas não adianta, você acha que nunca vai entender. Você nunca vai entender, e isso vai te matar ainda. Você respira, troca de roupa, se maquia, e se prepara pra encarnar a personagem de garota feliz que nao tem problemas. E começa mais um dia.


Um comentário:

Achley disse...

perfeito amiga, chorei aqui *---*